Tempestade tropical Maria ganha força, vira furacão e deve atingir Porto Rico na categoria 4

O Caribe está novamente sob ameaça de um furacão. A tempestade tropical Maria ganhou força e está seguindo o rastro do Furação Irma.





A área sombreada em vermelho indica o caminho potencial do furacão. Observe que os impactos (particularmente: chuva pesada, inundações costeiras) como em qualquer tempestade tropical, podem se espalhar além do caminho previsto. (Ilustração-Weather Channel)

O furacão Maria se intensificou rapidamente e já se tornou o quarto furacão na temporada de furacões do Atlântico de 2017. Ele deve atingir fortemente as Leeward Islands, seguido deixando um potencial rastro devastador nas recentemente devastadas Virgin Islands e Puerto Rico, que ainda estão se recuperam do furacão Irma, há menos de duas semanas.

Na atualização de ontem (16), os meteorologistas do National Hurricane Center disseram que a tempestade Maria provavelmente traria ventos perigosos e fortes chuvas para algumas partes das Lesser Antilles, acertando ao dizer que o Maria deveria se tornar um furacão no domingo, depois se aproximar das Leeward Islands, na segunda-feira. No sábado à noite, os alertas de furacão foram disparados nas ilhas Antigua, Barbuda, St. Kitts, Nevis, Montserrat e Guadeloupe. Alertas de tempestade tropical também foram emitidos para outras ilhas na cadeia.

As condições atmosféricas continuam favoráveis para o desenvolvimento do Maria estão graduais e existe uma previsão que se fortaleça ainda mais no início da próxima terça-feira (19).




LEIA TAMBÉM: O antes e depois da destruição do ‘Harvey’
LEIA TAMBÉM: Força dos ventos do Irma foi histórico, mas danos do Harvey vão durar anos.
LEIA TAMBÉM: A passagem do Matthew pela Flórida, mostra o incrível poder de organização dos americanos.

No meio da semana, as Virgin Islands e Porto Rico poderão voltar a enfrentar ventos muito fortes.

O capitão da Guarda Costeira do Port of San Juan advertiu que ventos sustentados com intensidades superiores a 39 milhas por hora, podem chegar dentro de 72 horas, e aconselharam a embarcação de passeio “procurarem um porto seguro”.

Ainda não está claro se a Flórida terá que enfrentar essa tempestade. Porém os modelos de projeções utilizados, levam a tempestade para centenas de quilometros de distância dos EUA. Mas uma análise precoce no modelo europeu que rastreou o Irma de forma confiável, leva a tempestade na direção da Flórida.

No sábado à noite, a tempestade estava localizada a cerca de 590 milhas a sudeste das Lesser Antilles e movia-se para o oeste a 19 mph. Os ventos sustentados atingiram 50 mph.

Por MiamiHerald


VIDA EUA: Como viajar dentro dos Estados Unidos
VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

os mais lidos26562 times!

COMPARTILHAR