Quantos tiroteios em escolas houve nos EUA em 2018?

Por TheSun.

O tiroteio em Santa Fé é apenas um dos vários incidentes com armas de fogo que já ocorreram em 2018 – mas quantos houve no total e o que aconteceu nesses incidentes?

LEIA TAMBÉM: 10 alunos mortos no tiroteio em High-School do Texas

LEIA TAMBÉM: Mãe atira no próprio filho que se recusou a ir à escola em Detroit

LEIA TAMBÉM: Ataques a tiros em escolas nos EUA explodiram em 20 anos, aponta estudo

Pelo menos 17 alunos foram mortos quando Nikolas Cruz abriu fogo em uma escola na Flórida com um fuzil de assalto AR-15. (Foto-AP)

Até março de 2018, aconteceram oito episódios em escolas em que tiros foram disparados e pessoas foram feridas ou mortas pelo uso de uma arma de fogo.

O tiroteio em Santa Fé é o vigésimo terceiro incidente este ano, em que uma arma foi disparada dentro do campus de uma escola nos EUA, de acordo com a organização sem fins lucrativos de segurança contra armas Everytown.

No entanto, após o incidente em Parkland, na Flórida, esse número foi amplamente compartilhado na mídia e muitos canais questionaram as formas que essa organização classifica “tiroteios em escolas”.

Aqui estão os detalhes dos tiroteios de 2018 em que mais de uma pessoa foi ferida ou morta. Em outras três ocasiões, armas de fogo foram utilizadas, porém sem causar danos físicos em nenhuma pessoa.

  • No dia 22 de janeiro, tiros foram disparados de um caminhão no estacionamento da NET Charter High School, em New Orleans, Louisiana, visando os alunos durante o horário de almoço. Um estudante ficou ferido durante o incidente.
  • Na mesma data, um adolescente de 16 anos de idade atirou em seu colega de 15 anos no refeitório da Italy High School, no Texas. A jovem vítima foi ferida e policiais rapidamente prenderam o atirador adolescente.
  • Em 23 de janeiro, um estudante de 15 anos atirou em 16 pessoas no corredor da Marshall County Middle-School, em Benton, no estado do Kentucky, matando dois jovens de 15 anos. Um morreu no local e o outro faleceu depois no hospital.
  • No dia 1º de fevereiro, dois estudantes de 15 anos foram baleados em uma sala de aula na Sal Castro Middle-School, em Los Angeles, na Califórnia. Uma menina de 12 anos foi presa.
  • Em 14 de fevereiro, um atirador invadiu a Marjory Stoneman Douglas High School em Parkland, na Flórida, matando pelo menos 17 pessoas e ferindo 50. A polícia de Parkland prendeu o ex-aluno Nikolas Cruz, 19, que havia sido expulso da escola em 2017.
  • Em 7 de março, uma garota de 17 anos foi morta a tiros e um garoto de 17 anos foi ferido em um incidente com armas na Huffman High School em Birmingham, no Alabama.
  • Em 20 de março, um atirador adolescente atirou em dois colegas antes de ser desarmado por um policial herói em Maryland.
  • Em 18 de maio, dez pessoas foram mortas em um tiroteio na escola Santa Fé High-School.
Estudantes em Parkland, Flórida, são levados para fora dos prédios da escola com as mãos nos ombros um do outro, após o tiroteio em 14 de fevereiro. (Foto-AP)

Quantos tiroteios em escolas houveram desde 2013?

Desde 2013, houveram mais de 305 incidentes em que uma arma foi disparada no campus de uma escola dos Estados Unidos, novamente de acordo com a Everytown.

Esta média chega ao número médio de um tiro disparado em escolas por semana.

Incidentes significativos nos últimos cinco anos incluem a tragédia na Escola Elementar Sandy Hook, onde Adam Lanza, de 20 anos, matou 26 pessoas e ele próprio no dia 14 de dezembro de 2012.

Um relatório do Urban Institute revelou que em um único distrito escolar de Washington DC, houveram pelo menos 336 tiros disparados próximo a escolas durante apenas um único ano escolar.

Quais são as leis de armas nos EUA?

A Segunda Emenda da Constituição dos Estados Unidos declara: “Uma milícia bem regulamentada, sendo necessária para a segurança de um Estado livre, o direito do povo de possuir e portar armas, não devem ser infringidos”.

Os EUA, que têm menos de cinco por cento da população mundial, têm entre 35 e 50 por cento das armas civis do mundo.

A América também tem a maior taxa de homicídios por arma de fogo entre as nações mais desenvolvidas do mundo.

A lei federal estabelece os padrões mínimos para a regulamentação de armas de fogo nos Estados Unidos, mas estados são independentes e têm suas próprias leis.


VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

VIDA EUA: A importância de continuar falando Português nos Estados Unidos

os mais lidos697 times!

COMPARTILHAR