Mulher atira nos testículos do marido depois que ele tenta levar seu ar condicionado

Por WFTV9.

Uma mulher que vive no Columbia County, na Flórida, foi presa novamente por não comparecer ao tribunal depois de ser acusada de tentativa de homicídio.

LEIA TAMBÉM: Homem só para de fazer sexo com o carro após ser atingido por arma de choque

LEIA TAMBÉM: Avó de 95 anos é presa na Flórida por dar chinelada na neta de 46

LEIA TAMBÉM: Cachorro “atira” no próprio dono durante brincadeira no Iwoa

Kimberly Dunn, de 35 anos, foi novamente presa por não comparecer a uma audiência. (Foto-USPZ)

Em outubro do ano passado, Kimberly Dunn de 35 anos, atirou nos testículos do marido, depois que ele tentou levar seu aparelho de ar condicionado, de acordo com o relatório da polícia.

O marido de Kimberly disse que foi até a casa dela – com seu irmão – para pegar o aparelho, depois de descobrir que ela estava tentando vender o aparelho no Facebook.

Segundo a polícia, o casal estava passando por um processo de divórcio.


O relatório diz que, quando o homem e seu irmão tentaram retirar a unidade, Kimberly sentou-se no aparelho para evitar que os dois homens conseguissem pegar o AC.

De acordo com a polícia, quando o ex-marido se aproximou para tentar removê-la de cima do aparelho de AC, Kimberly sacou uma arma de choque “rosa” e tentou eletrocutá-lo. Kimberly tomou uma pancada na cabeça e deixou cair a arma de choque rosa e uma pistola, segundo o relatório.

Em seguida, Kimberly se levantou, pegou a pistola e atirou nos testículos do ex-marido. O irmão do homem, empurrou Kimberly para o chão para ajudar seu irmão e conseguiu levá-lo para o hospital.

O relatório disse que o irmão do marido gritou: “Você atirou no meu irmão” e começou a sufocá-la até que ela desmaiasse.

O marido de Kimberly pegou a arma após o disparo e a levou com ele para o hospital, segundo o relatório.

Kimberly foi presa no mesmo dia e foi levada para a cadeia do condado de Columbia sem resistir. Ela disse aos policiais que não pretendia matar o ex-marido e estava apenas tentando assustá-lo, segundo o relatório.

Na quinta-feira passada, 14 de junho, Kimberly foi novamente presa por não comparecer a uma audiência no tribunal, referente ao incidente. Ela também enfrenta uma acusação adicional de desrespeito ao tribunal.

VIDA EUA: Como alugar uma casa na Florida

VIDA EUA: Como escolher onde morar nos Estados Unidos

os mais lidos121 times!

COMPARTILHAR