Mãe tem que provar que filho é seu para embarcar em avião..


Por BBC.

Depois de conferir passaporte, funcionária pediu para que mulher mostrasse certidão de nascimento do filho e que ela mostrasse página pessoal do Facebook; mãe, casada com homem negro, diz que incidente foi ‘humilhante’.

LEIA TAMBÉM: Passageira é multada em U$500 por entrar nos EUA com maçã dada por companhia aérea 

LEIA TAMBÉM: Brasileiros não se consideram “LATINOS” nos EUA

LEIA TAMBÉM: EUA acabam com liberdade para imigrantes grávidas detidas

Funcionária de companhia aérea chegou a pedir para que mãe mostrasse sua página no Facebook (Foto: Lindsay Gottlieb/Twitter)

Lindsay Gottlieb e Patrick Martin estavam se preparando para viajar com seu filho de Denver para Oakland, nos Estados Unidos, na segunda-feira. Mas não puderam embarcar imediatamente porque uma funcionária da empresa, a Southwest, pediu a Gottlieb mais provas de que era a mãe de seu filho, Jordan, de um ano.

Gottlieb e seu marido, que é negro, mostraram à funcionária o passaporte do filho. Mas, ainda assim, ela pediu a certidão de nascimento da criança.

A funcionária pediu ainda para que a mãe mostrasse publicações suas no Facebook, conta Gottlieb, técnica da equipe de basquete feminino da Universidade da Califórnia.

Lindsay Gottlieb e Patrick Martin e seu filho, Jordan, de um ano. (Foto: Lindsay Gottlieb/Twitter)



No Twitter, ela disse que o incidente foi “humilhante e insensível, para não dizer ineficaz”.

“Nós teríamos perdido o voo, se este não tivesse atrasado. Eu sugiro que os funcionários recebam uma melhor formação para evitar que isso aconteça com outras pessoas.”

“Estou chocada que, depois de ter voado cerca de 50 vezes com meu filho de um ano de idade, a empresa me disse que eu tinha de ‘provar’ que era meu filho, apesar de ter seu passaporte”, escreveu a mãe.

“(A funcionária) disse que isso ocorreu porque temos um sobrenome diferente. Acho que foi porque temos uma cor de pele diferente”, disse.

A companhia aérea pediu desculpas pelo “incômodo à família” e disse que aproveitará o incidente para “treinar” seus funcionários.

VIDA EUA: Nos Estados Unidos, existe preconceito com brasileiros?

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

os mais lidos268 times!

COMPARTILHAR