Horário de verão nos Estados Unidos termina neste domingo

Por CHRISTIAN PEDERSEN.

Domingo, 5 de novembro às 2 horas da manhã, os relógios retornarão uma hora, dando uma hora extra de sono e aumentando em 1 hora a diferença para o horário de Brasília.

Está chegando a hora de atrasarmos os relógios em uma hora, e com isso o horário de verão dos Estados Unidos e do Canadá chega ao fim.

Às 2 da manhã de domingo os relógios serão adiantados em um hora. (Imagem -Ilustração)

LEIA TAMBÉM: Horário de verão começa neste domingo nos Estados Unidos

LEIA TAMBÉM: Candidato a prefeito acredita em notícia falsa e diz que vai treinar coelhos para farejar drogas

LEIA TAMBÉM: Bêbado é preso e diz que viajou no tempo para alertar sobre invasão alienígena

Relógios para trás ou para frente?

“Primavera para a frente, outono pra trás” (“Spring forward, fall back”) é um dos pequenos provérbios usados para lembrar a maneira de configurar seu relógio. Você ajusta seu relógio para a frente 1 hora na primavera quando DST (Daylight Saving Time) começa (= perde 1 hora) e volta 1 hora quando DST termina no outono (= ganha 1 hora).



A Alemanha usou o DST em 30 de abril de 1916, pela primeira vez, tornando-se o primeiro país do mundo a usar DST em escala nacional. No entanto, a cidade de Thunder Bay em Ontário, Canadá, implementou o DST em 1908.

Os países marcados em verde, em algum momento farão uso do horário de verão em 2017. (Ilustração-Wikipedia)

Menos de 40% dos países do mundo usam o horário de verão. Alguns países o utilizam para aproveitar melhor a luz natural durante as noites. A diferença de luz é mais notável nas áreas com uma certa distância do equador da Terra.

Alguns estudos mostram que DST poderia levar a menos acidentes rodoviários e ferimentos, fornecendo mais luz do dia durante as horas que mais pessoas usam as estradas. Outros estudos afirmam que a saúde das pessoas pode sofrer devido a mudanças no horário de verão.

O DST também é usado para reduzir a quantidade de energia necessária para a iluminação artificial durante as horas da noite. No entanto, muitos estudos não concordam com as economias de energia, embora alguns estudos mostrem resultados positivos, outros não.


VIDA EUA: Nos Estados Unidos, existe preconceito com brasileiros?

VIDA EUA: 3 coisas que se aprende em 5 anos nos Estados Unidos

os mais lidos1219 times!

COMPARTILHAR