Furacão “monstro” chega aos EUA e obriga 1,7 milhão de pessoas adeixarem suas casas

Por G1.

Governo obrigou que 1,7 milhão de pessoas deixassem as cidades do litoral. Com ventos de 225 km/h, Florence deve atingir a Carolina do Norte entre a noite de quinta e a manhã de sexta-feira.

LEIA TAMBÉM: Temporada de furacões 2018 deverá ser tão extrema quanto a 2017

LEIA TAMBÉM: As 10 cidades mais seguras da Florida para furacões

LEIA TAMBÉM: Como se preparar para um furacão

Estrada na Carolina do Sul teve inversão de sentido de faixa para que moradores do litoral do estado saiam para áreas mais altas — Foto: Sean Rayford/AP Photo

Moradores da costa leste dos Estados Unidos estão deixando o litoral enquanto o furacão Florence se move sobre o Oceano Atlântico nesta quarta-feira (12) e se aproxima do território americano.

Com ventos contínuos máximos de 225 km/h, a trajetória do Florence indica que o furacão deve atingir a costa sul da Carolina do Norte entre a noite de quinta e a manhã de sexta-feira, disse o NHC (Centro Nacional de Furacões).

Estima-se que o Florence será o pior furacão a atingir o país em décadas. Ele é classificado como um furacão de categoria 4, em uma escala que vai até 5. Tempestade deve ser a mais forte a atingir a região em 3 décadas.

O fenômeno ameaça provocar ondas enormes, chuvas torrenciais de até 89 centímetros e inundações severas em partes dos estados de Carolina do Sul, Carolina do Norte e Virgínia.

Mapa mostra avanço do furacão Florence em direção à costa leste dos EUA — Foto: Reprodução/TV Globo

As principais estradas da região foram tomadas por filas de carros, caminhonetes e caminhões carregados em direção às partes mais altas, enquanto universidades, escolas e fábricas estão sendo fechadas. O governo obrigou que 1,7 milhão de pessoas deixassem as cidades do litoral.

“Essa é uma situação de risco de vida”, disse o NHC em boletim no início desta quarta-feira.

“Pessoas localizadas dentro dessas áreas devem tomar todas as ações necessárias para proteger vidas e propriedades”, afirma a nota.

Moradores de Wrightsville Beach, na Carolina do Norte, protegem imóveis para a chegada do furacão Florence — Foto: Matt Born/The Star-News via AP, File

“Essa tempestade é um monstro”, declarou na terça o governador da Carolina do Norte, Roy Cooper.

Da Casa Branca, o presidente Donald Trump pediu que a população obedeça as ordens de evacuação, insistindo que “se pedirem a vocês que vão embora, saiam”.

“Esta será uma tempestade muito maior do que vimos em décadas”, declarou Trump, destacando a preparação do governo. “Não economizamos nenhum gasto”, disse.

Imagem de satélite mostra o furacão Florence sobre o Oceano Atlântico nesta terça-feira (11) — Foto: HO / NASA/NOAA / AFP
Morador de Rocky Mount, na Carolina do Norte, compra produto enlatado antes da chegada do furacão Florence — Foto: Alan Campbell/Rocky Mount Telegram via AP

VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

COMPARTILHAR