Demi Lovato ou a maldição da garota Disney

Por ElPaís.

A artista, treinada nos canais e programas da empresa, está se recuperando de uma suposta overdose em um hospital em Los Angeles. O que acontece na Disney para que quase todas as suas estrelas infantis sejam chamadas a experimentar dramas pessoais?

LEIA TAMBÉM: Fernanda Lima diz que nunca lavou tanta louça como agora nos EUA

LEIA TAMBÉM: Carla Perez consegue Green Card e conta por que decidiu mudar para os EUA

LEIA TAMBÉM:  Nos EUA, Fernanda Machado faz trabalho voluntário

Demi Lovato em show no Rock in Rio Lisboa em junho passado. (Foto-GETTY)

Demi Lovato (25 anos). A estrela da Disney Cannel, que chegou à fama em plena adolescência quando estrelou Camp Rock, está há anos lutando contra a dependência de drogas e álcool. Depois de uma possível overdose de heroína, segundo afirma o portal TMZ, a artista se recupera em um hospital de Los Angeles. Sua vida sempre foi marcada por altos e baixos e problemas de saúde: ela foi diagnosticada com transtorno bipolar e sofria de bulimia. Nos últimos tempos tem se esforçado para dar maior visibilidade a doenças mentais e não hesitou em admitir que, no início da vida adulta, “não era capaz de ficar sóbria. Ou estava drogada ou pensando em drogas”. Depois de passar pela reabilitação, a cantora ficou longe do vício por algum tempo, mas há algumas semanas admitiu que havia tido uma recaída. Ela não é a única garota Disney a sofrer com esses problemas.

Selena Gómez. (Foto-GETTY)

Selena Gómez (26 anos). Uma criança prodígio que começou a carreira de atriz aos sete anos e passou a adolescência na televisão graças aos papéis em Os Feiticeiros de Waverly Place, Zack & Cody: Gêmeos em Ação e Hannah Montana. A versátil Gomez, agora focada na carreira de atriz e cantora, foi forçada a cancelar a escala asiática de sua turnê mundial em 2014 devido a problemas de ansiedade, fadiga e alcoolismo. A ex-garota Disney acabou passando pela famosa clínica Meadows, a mesma em que se trataram John Galliano, Kate Moss e Donatella Versace. No início deste mesmo ano, ela passou por um tratamento de duas semanas para superar a depressão e a ansiedade, problemas que, segundo ela, “precisará enfrentar para sempre”. Totalmente recuperada, em 2017, ela passou por um transplante de rim devido ao Lupus. Sua conta no Instagram é a mais seguida do mundo, com 139 milhões de seguidores.

Lindsay Lohan. (Foto-GETTY)

Lindsay Lohan (32 anos). Sem dúvida, uma das mais polêmicas da lista e uma das primeiras a alimentar a lenda da ‘maldição das garotas Disney’. Entra e sai de clínicas de desintoxicação desde que passou do mundo de fantasia infantil para estrelar Meninas Malvadas e acabou na prisão por dirigir sob efeito de álcool em duas ocasiões. Recentemente, tentou recuperar a carreira profissional, manchada pela complicada vida pessoal, e acaba de anunciar que vai estrelar um novo reality show baseado no cotidiano de seu clube de praia em Mykonos.

Miley Cyrus. (Foto-CBS)

Miley Cyrus (25 anos). Aquela que um dia, já distante, protagonizou a bem-sucedida série Hannah Montana tornou-se a rainha das extravagâncias e uma máquina de gerar manchetes sensacionalistas. Escandalizou os pais dos Estados Unidos quando decidiu transformar a imagem de boa menina em mulher provocadora. Nos anos 2009 e 2010, foi eleita a pior influência para os jovens entre todas as celebridades, superando Britney Spears e Kanye West. Na idade adulta, mais hipersexualizada, levantou suspeitas entre os setores moralistas. Foi responsável por popularizar o twerking e seu videoclipe chupando martelos não deixou ninguém indiferente. Hoje está em uma fase menos agitada. Cyrus, que defende um uso responsável da drogas (“A cocaína é nojenta, mas um pouco de MDMA e maconha dão muita felicidade!”, disse à Rolling Stone), tornou-se uma artista sem meias palavras em suas declarações e muito sensibilizada com o ativismo LGTBQI.

Britney Spears. (Foto-GETTY)

Britney Spears (36 anos). Não há dúvida de que … Baby One More Time marcou uma era (musical e estilística). Nem de que Spears foi uma das cantoras pop favoritas dos adolescentes no início do século. Depois de se casar e separar do bailarino Kevin Federline em tempo recorde, 2007 se tornou um dos anos mais lembrados por seus fãs: entrava e saía de clínicas de reabilitação, perdeu a guarda das filhas, tinha vários problemas familiares e as farras constantes eram registradas pelos papparazzi. Histórico foi o dia em que atacou os repórteres com o famoso guarda-chuva verde depois de raspar a cabeça. Transformada na sobrevivente feminina por antonomásia (a Urban Outfitters vende canecas com a frase Se Britney Spears superou 2007, você consegue superar este dia), Spears está agora desfrutando de uma maturidade plácida com shows em Las Vegas e postando nas redes simpáticos vídeos com seus filhos e os quadros que pinta. Segundo confessou à Entertainment Tonight, o único vício que restou daquela fase é a junk food.

Vanessa Hudgens. (Foto-CBS)

Vanessa Hudgens (29 anos). Antes de ser oficialmente garota Disney, Vanessa Hudgens já conquistou a crítica por interpretar a melhor amiga de Evan Rachel Wood no indispensável Aos Treze. Hudgens teve altos e baixos emocionais (além da pressão midiática por seu relacionamento com Zac Efron, com quem estrelou o blockbuster High School Musical), mas sofreu o sexismo e o moralismo do setor antes da revolução feminista das atrizes. Em 2007, quando vazaram fotos em que aparecia nua, a estrela da Disney disse estar “envergonhada” e pediu desculpas aos fãs em uma declaração de arrependimento (um porta-voz da Disney arrematou dizendo que esperavam que ela, e não o hacker, “tivesse aprendido a lição”). Ainda seria necessária quase uma década de pedagogia feminista global para que outra afetada por um caso semelhante de vazamento de fotos íntimas, Jennifer Lawrence, saísse na capa da Vanity Fair exigindo mais penas mais duras para esses delinquentes.

Amanda Bynes – (Foto-GETTY)

Amanda Bynes (32 anos). Criada pelo concorrente do Disney Channel, o canal infantil Nickelodeon, quase empatou com Lindsay Lohan alguns anos atrás pela avalanche de manchetes sensacionalistas. Teve uma feliz puberdade televisiva até 2006, quando terminou de filmar Coisas que Eu Odeio em Você, a série que estrelou com relativo sucesso por cinco temporadas ao lado de Jennie Garth. Naquela época, LiLo estava prestes a nos dar a bateria de prisões e escândalos variados de que hoje tenta se desligar. Na verdade, quando os primeiros problemas de Bynes com a Justiça começaram a vir à tona, Lohan reclamou abertamente do suposto tratamento preferencial que as autoridades estavam dando a ela. Pouco tempo depois, Bynes foi parar na Justiça por atentar repetidamente contra a segurança da via pública ao jogar um cachimbo de vidro pela janela de seu apartamento em Nova York, entre outros delitos relacionados às drogas. Famosas são as perucas coloridas com as quais aparecia. Depois de fazer Rumors and Lies em 2010, a atriz se distanciou da carreira e se manteve longe dos holofotes, embora os rumores sobre um possível retorno voltem à mídia de tempos em tempos.

VIDA EUA: Como alugar uma casa na Florida

VIDA EUA: Como escolher onde morar nos Estados Unidos

os mais lidos141 times!

COMPARTILHAR