Brasileiro, funcionário da Disney é condenado a 15 meses de prisão por fraude

Por RALF FURTADO.

Renan Dias da Rocha Gomes, ex-funcionário da Disney Cruise Lines foi condenado a 15 meses de prisão, por fraude, para levar sua família em férias extravagantes no Walt Disney World, de acordo com registros do tribunal federal.

LEIA TAMBÉM: Brasileiro é preso por desviar U$275,000 mil da Disney para levar família aos parques

LEIA TAMBÉM:  Professora é presa por sexo com aluno de 13 anos dentro de escola do Arizona

LEIA TAMBÉM: Dois alunos da Windermere High School – FL são levados em custódia após trote

Copyright 2016 Scripps Media, Inc. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.

O brasileiro Renan Dias da Rocha Gomes, também foi condenado a restituir os valores acordados, depois de se declarar culpado da acusação de fraude eletrônica, como parte de um acordo judicial firmado entre as partes, de acordo com registros do Southern District of California Federal-Court.

Gomes era funcionário das lojas de produtos licenciados do navio de cruzeiro Disney Wonder.

Ele irregularmente carregou um total de U$275.000 em gift-cards desde o ano de 2015, de acordo com o relatório da agente especial do FBI Joyce Deniz, segundo os arquivos do tribunal.

“Gomes admitiu que começou desviando cartões de U$40 e percebeu que aparentemente ninguém percebia”, segundo o relatório. “A partir daí, ele imediatamente começou a carregar o limite de U$1.000 em diversos gift-cards todas as vezes que trabalhava no navio”.

Gomes admitiu que usou alguns dos cartões-presente para levar sua família para duas semanas de férias em Orlando em 2017, que custaram mais de U$35 mil, segundo a Procuradoria dos EUA.

Ele foi preso em outubro de 2017, quando o navio de cruzeiro em que trabalhava atracou em San Diego.

VIDA EUA: Nos Estados Unidos, existe preconceito com brasileiros?

VIDA EUA: 3 coisas que se aprende em 5 anos nos Estados Unidos

 

os mais lidos526 times!

COMPARTILHAR