Após atirar no próprio pênis, homem pode ser preso em Jacksonville

Cedrick Jelks, de 38 anos, sentou em cima de revólver que estava em seu carro. Condenado por posse de drogas, ele não tinha autorização para carregar uma arma e pode ser preso ou receber multa de até US$ 10 mil.




Um homem que atirou acidentalmente em seu próprio pênis pode acabar preso ou receber uma multa de até US$ 10 mil dólares em Jacksonville na Flórida. Cedrick Jelks, de 38 anos, foi baleado quando sentou em cima de um revólver que estava no banco do motorista de seu carro na última sexta (30), mas não tinha autorização para portar a arma.

Jelks foi submetido a uma cirurgia de emergência no Jacksonville Memorial Hospital, para onde foi levado por Shaneika Roberts, que o socorreu depois que ele invadiu a casa dela em pânico, já ferido e buscando ajuda.

LEIA TAMBÉM: Americana mata namorado com tiro em brincadeira no YouTube

LEIA TAMBÉM: Venus Williams é culpada por acidente de trânsito em Palm Beach Gardens




Como procedimento padrão, a polícia foi chamada para investigar o caso por se tratar de um ferimento provocado por arma de fogo, mesmo com a vítima explicando que se tratava de um acidente.

De acordo com a emissora local WJXT News4Jax, foi então que eles descobriram que Jelks não tinha autorização para portar uma arma, porque uma condenação por posse de cocaína em 2004 o impede de obter a autorização legal. Seu histórico inclui ainda várias prisões por outros crimes, entre eles dirigir sob influência de álcool ou drogas.





VIDA EUA: Nos Estados Unidos, existe preconceito com brasileiros?

VIDA EUA: 3 coisas que se aprende em 5 anos nos Estados Unidos

os mais lidos434 times!

COMPARTILHAR