AC Milan troca de dono depois de ser excluído por dois anos de competições europeias

Por Época.

Fundo americano de investimentos Elliot Management assumiu o clube depois que Li Yonghong não pagou empréstimo de 300 milhões de euros.

LEIA TAMBÉM: DC United anuncia a contratação do atacante inglês Wayne Rooney

LEIA TAMBÉM: Emprestado pelo Flu, Luiz Fernando “vira” Maximiano no Minnesota United

LEIA TAMBÉM: Flamengo vem a Orlando enfrentar o Magic em Outubro

O FUNDO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS ELLIOT MANAGEMENT ASSUMIU O CONTROLE DAS OPERAÇÕES DO MILAN (FOTO: PAOLO BRUNO / GETTY IMAGES )

O fundo de gestão de investimentos Elliott Management, dos Estados Unidos, assumiu o controle das operações do Milan nesta terça-feira, porque o empresário chinês Li Yonghong, que oficializou a compra do clube italiano em abril de 2017, não pagou à instituição financeira empréstimo avaliado em 300 milhões de euros (cerca de R$ 1,3 bilhão).

O prazo para a quitação do débito venceu na última sexta-feira. “A propriedade e o controle das operações da companhia dona do Milan se transferiram para os fundos administrados pelo Elliott, em razão da falha em honrar com débitos firmados com a empresa”, escreveu a instituição financeira em comunicado divulgado nesta terça-feira. A expectativa é de que o Elliott Management venda o Milan no futuro, mas a nota do fundo informa que “50 milhões de euros (cerca de R$ 225 milhões) serão investidos para estabilizar as finanças do clube e há planos de injetar mais capital ao longo do tempo para prosseguir com a transformação do Milan”.

De acordo com o Elliott, o fundo está executando ordens judiciais para assumir as posses de bens de Li, a começar pela empresa Rossoneri Sport Investment Lux, com sede em Luxemburgo, criada pelo empresário chinês para concluir a compra do Milan. Pelo negócio, o antigo dono, Silvio Berlusconi, recebeu quantia avaliada em 740 milhões de euros (cerca de R$ 2,4 bilhões na cotação da época). Em campo, a fase do Milan não é boa. O último título do Campeonato Italiano foi conquistado na temporada 2010-2011 e o último jogo pela Liga dos Campeões da Europa foi disputado em 2014. Para piorar, a Uefa decidiu excluir o clube de competições europeias pelos próximos dois anos, por desrespeito às regras de Fair Play Financeiro da entidade.

VIDA EUA: Você sabe o que é uma Soccer Mom?

VIDA EUA: As maiores diferenças do futebol infantil nos Estados Unidos e no Brasil

os mais lidos55 times!

COMPARTILHAR