A loucura do futebol nos EUA: comprar uma franquia já custa quase R$ 500 milhões e tem fila de espera

Diga adeus àquele antigo cliché de “os norte-americanos não gostam de futebol”. Pelo contrário, eles gostam do “soccer” mais do que nunca e essa paixão deve crescer ainda mais.





A franquia MLS de David Beckham deve receber em breve a luz verde para construir o seu estádio em Miami – Foto AFP

Enquanto o Brasil conquistava seu tetracampeonato mundial no Rose Bowl, o país-sede daquela Copa do Mundo sequer tinha uma liga profissional. A Major League Soccer viria apenas em 1996. E 21 anos depois já virou um negócio bilionário e com estrelas mundiais do nível de Kaká, David Villa, Andrea Pirlo e cia.

Para se ter ideia, a média de público da MLS em 2017 é de 21.500 torcedores, enquanto a do Campeonato Brasileiro deste ano é de 16.137. E a liga norte-americana compete com outras que são paixões nacionais durante seu calendário inteiro: NFL, MLB, NBA e NHL.

LEIA TAMBÉM: Jogadora de futebol se negou a jogar na seleção dos EUA por camisa do “orgulho gay”

Quanto custa?

Hoje, a MLS conta com 22 times, e a ideia do comissário da liga, Don Garber, é que esse número aumente para 28 até 2020.

E quanto custa para a cidade ter uma franquia da MLS? Segundo Garber, US$ 150 milhões (R$ 468 milhões). “Se você juntar tudo, um investimento na Major League Soccer está bem acima dos US$ 300 milhões (R$ 936 milhões)”, disse o comissário, segundo o site da Bloomberg.

É um número significativo, ainda mais se levar em conta que Toronto, no Canadá, “comprou” seu time da MLS em 2005 por US$ 10 milhões.

No ano que vem, já está marcada a estreia do Los Angeles FC, enquanto em 2017 o Atlanta United e Minnesota United debutaram na liga norte-americana. Enquanto isso, David Beckham e seu grupo de investidores aguardam só um “ok” para ter um clube da MLS em Miami.

E acredite: há até fila de espera para as cidades interessadas em receber um time da MLS.

LEIA TAMBÉM: Ele tem 16 anos, lança a 94 milhas por hora, vale US$ 1,5 milhão e é do Brasil !!!



Projeto do novo estádio de David Beckham, que parece estar pronto para criar seu time de futebol em Miami

A lista

Garber irá anunciar até o fim deste ano mais duas franquias para 2019 de uma lista de 12 cidades. As dez restantes, disputarão as duas vagas “finais” para completar a meta de 28 times até 2020.

Por isso, Don Garber tem visitado as cidades concorrentes e, em busca de serem escolhidas pelos donos da MLS, elas têm feito uma verdadeira festa para recepcionar o comissário.

“Minha parte favorita do trabalho são dias como esses”, disse Garber, ao jornal “New York Times”.

As 12 cidades que disputam as 4 próximas vagas na MLS são Nashville, Cincinnati, Sacramento, Raleigh, Charlotte, Tampa, Detroit, Indianápolis, St.Louis, San Antonio, Phoenix e San Diego.



VIDA EUA: Como viajar dentro dos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

os mais lidos389 times!

COMPARTILHAR